Templates da Lua

Créditos

Templates da Lua - templates para blogs
Essa página é hospedada no Blogger. A sua não é?

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

2010


Desesperanças...
Ano começando esquisito...

(somos todos culpados se quisermos, somos todos felizes se aceitarmos.)

me acostumo rápido com nosso gosto bom.
esqueço o passado. mas quando vem o choro é salgado como um mar inteiro.
corta os lábios, impede a fala.

me faz pedra.imobilidade.

Enfim. Cansei de pedir desculpa por quem eu sou. Cansei de ouvir de todo mundo como é que se trabalha, se ama, se permanece, se constrói.

e o tempo vai passando e o que era belo já não é mais....
e o que era sonho fica só no sonho
uma dose de realidade não faz mal, mas a desesperança é algo ruim...
os planos mudam.
nada é igual
ninguém é
eu não sou.

limites diferente de limitações.

É preciso mudar aos poucos, cuidar apenas do dia de hoje, sem se preocupar antecipadamente com o amanhã, pois ninguém muda completamente seu comportamento de uma só vez. Esta mudança de comportamento pode ocorrer de duas formas: pelo amor, ou pela dor. Mudar pela dor é quando só nos damos conta da necessidade da mudança diante de um grande sofrimento que passamos devido aos nossos erros. Esta dor tem o poder de purificar nossos pensamentos, palavras e gestos.

Precisamos acordar para a vida e parar de ficar focando nossos problemas e dificuldades, é preciso enfrentar estas dificuldades, é preciso esforço. Trancar-se no próprio quarto diante dos problemas é muito fácil, o difícil, e o que torna a vida digna é se esforçar e enfrentar as tribulações.

Quantas vezes julgamos as pessoas por causa dos efeitos de seus erros em nossas vidas, sem nos preocupar com as causas, o quê que levou aquela pessoa a agir daquela forma.

Para que possamos corrigir nossos defeitos é preciso antes de tudo também conhecer a si mesmo. É como se tivéssemos um manual de instruções, que deve ser seguido para que tudo corra bem. Este conhecimento também pode ser compartilhado com as pessoas que conhecemos. Muitas vezes a antipatia que temos por determinada pessoas se deve ao pouco que conhecemos dela. É preciso exercitar o convívio até mesmo com as pessoas que não gostamos, pois este processo também nos torna melhores,
A culpa é um processo de paralisação da vida, que, ao invés de nos mover para consertar o que fizemos de errado, ela nos mantêm no amargor daquilo que nós fizemos de errado. Enquanto que o arrependimento nos move para fazermos alguma coisa com relação ao que fizemos de errado. Se nos mantemos na culpa, ficamos sempre amargurando o erro cometido. O arrependimento consiste em janelas que se abrem para que possamos ver a vida de uma forma diferente, com vontade de modificar nossos atos.

Não podemos viver presos ao passado, seja ele bom ou mal, e que também não podemos nos angustiar com o futuro, devemos apenas nos planejar, sem preocupações excessivas. No passado estão as coisas que não podem mais ser mudadas, e no futuro estão as coisas que ainda não podem ser feitas. Cabe a nós viver o presente para consertar em nós as marcas que ficaram do passado, e nos preparar corretamente para vivermos um futuro feliz.

post-pós-dose-de-realidade-2010:. obrigada por: me dar a mão e me ajudar a superar minhas limitações me encorajar a ser o que eu preciso ser me permitir ser metade de você.

2 comentários:

Ana disse...

amei o seu blog e a frase do inicio, se vc não se importar vou colocá-la no meu blog.já estou participando dele.gostaria que vc participasse do meu tb, sou nova nisso e ainda estou penando um pouco para aprender, mas chego lá.super beijo....
http://ana-seguindoastrilhasdaalma.blogspot.com

Diego Cosmo disse...

http://dcosmo.blogspot.com/ - Nova postagem! "cosmo a pé"