Templates da Lua

Créditos

Templates da Lua - templates para blogs
Essa página é hospedada no Blogger. A sua não é?

sábado, 14 de junho de 2008

Just do it...

video

terça-feira, 10 de junho de 2008

O CAOS NOSSO ...

... DO DIA-A-DIA

(ou: a teoria das minhas borboletas)
Sou avessa à equações, fórmulas e respostas certas. Não gosto de nada definido. Certezas não me calam. Talvez - por ser uma eterna questionadora e reverenciar o que não se explica - eu deva admitir, com respeito: sempre me atraiu o conceito do caos. Não me entendam mal, por favor. A palavra, por si só, já me traz simpatia: "caos" era usada pelos gregos como sinônimo de fenda ou espaço infinito. A simples idéia me encanta. E não é só isso. A teoria confirma a natural instabilidade do mundo (e de nós mesmos): há ordem na desordem e desordem na ordem. Viu só? Pra mim, nada pode ser tão real. E inspirador. Parece loucura? Olhe, então, a vida se desenrolar lá fora. Ou atreva-se e vire para você mesmo. Previsões falham. Resultados nos surpreendem. Contradições surgem. Fatos nos tiram do prumo quando tudo parece estar na "mais perfeita ordem". O contrário também acontece. (E eu agradeço, feliz, pela não-linearidade do mundo!). Li uma vez que o simples bater de asas de uma borboleta pode provocar um tufão do outro lado do planeta. Já avaliaram isso? Ah, não sei não. Não entendo nada de física, nem de escalas temporais. Minha história é outra. Acredito que uma pequena escolha na vida pode mudar muita coisa lá na frente. A dimensão de tal fato? Não sei medir. Mas, por via das dúvidas, me asseguro: acalmo as borboletas que voam na minha barriga e exijo-lhes ordem. Afinal, nunca se sabe o temporal que somos capazes de criar.



"É preciso ter caos e frenesi dentro de si para dar à luz uma estrela dançante." (Nietzsche)

post-pos-telefonemadindinha :. as pessoas tentam resolver os problemas dos outros mas não conseguem resolver os próprios problemas... triste isso...


domingo, 8 de junho de 2008

OVERREACTION

Pois é, esse final de semana descobri o tão exagerada eu sou...



Às vezes na vida da gente
basta querer, basta falar,
exorcizar nossos demônios,
expressar nossos mais profundos sentimentos,
e deixar espaço para que a vida
continue fluindo com harmonia.
Às vezes é preciso parar e respirar fundo.
E repensar atitudes.
E aceitar fatos.
E descobrir que a vida é feita de momentos maravilhosos.
Pequenos, mas constantes.
Às vezes é preciso entender que vírgulas não são pontos finais.

PS:.Redimir-se com alguém faz bem pra alma e pro coração...

☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆

post-pós-reflexõesinteriores:. hoje eu sou borboletinha... amanhã...

Tão inconstante quanto o tempo eu sou.
Tão precipitado quanto a chuva de verão.
Traço mil planos, sonho, busco.
E por mais que tente, parecem tão distante.

Arrependo-me, congelo no meu próprio erro.
Culpa por algo quase cometido.
Me perdôo por tudo que não fiz.

Amanhã é um novo dia.
Dia longo e cheio de desafios
E o maior deles está incrustado dentro de mim.

Ser estranho esse que sou.
Durmo borboleta e acordo casulo.