Templates da Lua

Créditos

Templates da Lua - templates para blogs
Essa página é hospedada no Blogger. A sua não é?

terça-feira, 19 de junho de 2007

Amor de verdade existe.



"Neste mundo de tantos anos,entre tantos outros, que sorte a nossa heim?
Entre tantas paixões, esse encontro nós dois, esse amor...



(Esse texto é dedicado ao Dudu. Que me faz acreditar, todo dia, que amor não é só uma palavra bonita. Amor de verdade existe. E faz a gente ser feliz, apesar de tudo. E sempre.)


Era uma vez uma princesa de rua. Temperamental. Sentimental. Virginiana. Uma diva de sandálias Havaianas. Uma santa de vestidinho. Uma louca quase normal. Uma contradição. Ela gostava de música pop, sorvete de flocos e frases perdidas em post-its. Ela era doce. (Mas tambem sabia ser ácida). Tinha os olhos puxados que às vezes borravam de preto e uma mania estranha de escrever em tudo o que é canto. Ela acreditava em amor de verdade, gostava de ler e estava cansada. Cansada de amar errado. Cansada de dar sem receber. Cansada de dar satisfação. Cansada de acreditar nas pessoas e de chorar debaixo de seus óculos escuros. Um belo dia, a princesa de rua conheceu um príncipe. Ele gostava de Sinatra, Johnny Cash, só via filmes estranhos e sabia amar como ninguém. Ele era encantado. E tinha um sorriso lindo, um olhar lindo, um coração lindo e um cheiro maravilhoso que morava num lugar exato: entre o pescoço e o primeiro ossinho do ombro. Dizem por aí que eles combinam em quase tudo. Eles amam igual. Eles sentem igual. Eles não têm medo!! Eles são o que são um com o outro e se gostam assim. Trocam desejos. Emprestam o coração. E se dão. Todo dia. O tempo todo. O amor deles não tem tamanho. É maior que tudo. É tamanho único. Único para eles que - ao se verem pela primeira vez - pensaram: taí o amor que eu quero pra mim.

Um comentário:

Amanda disse...

teu texto é lindo... mas ando meio desacreditada deste amor aí... ou talvez nunca o senti... mas parabéns! tomara q dure pra sempre!